Agente penitenciário é preso suspeito de levar aparelho celular para dentro de presídio em Itaitinga

Suspeito é agente do Grupo de Apoio Penitenciário (GAP). Ele foi autuado na Controladoria Geral de Disciplina (CGD)

Um agente do Grupo de Apoio Penitenciário (GAP) foi preso na manhã deste sábado (28) suspeito de tentar entrar com um aparelho celular na Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Jucá Neto (CPPL 3), em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza. O servidor foi detido por outros agentes do GAP.

De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), o homem, que estava de plantão, levantou suspeitas por não ter estar de serviço na CPPL 3, apesar de se encontrar na unidade. Após perceberem a presença do agente, outros agentes do GAP que estavam no local o revistaram, encontraram o celular e realizaram a prisão do suspeito. 

O suspeito foi encaminhado para Delegacia de Assuntos Internos (DAI), da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança e Sistema Penitenciário (CGD), em Fortaleza, onde foi autuado em flagrante. Além do processo criminal, ele também deve responder a um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD), na CGD.  

Fonte, DN

Comentários