Notícias

11 de julho de 2018 às 14:52

Mundo do futebol faz homenagem aos 'Javalis Selvagens' da Tailândia

Com homenagens após vitórias e ofertas de camisas, viagens e ingressos para partidas, alguns dos maiores nomes do futebol mundial festejaram o resgate dos 12 meninos tailandeses e seu técnico de uma caverna inundada ocorrido justamente durante a Copa do M

Com homenagens após vitórias e ofertas de camisas, viagens e ingressos para partidas, alguns dos maiores nomes do futebol mundial festejaram o resgate dos 12 meninos tailandeses e seu técnico de uma caverna inundada ocorrido justamente durante a Copa do Mundo.

Os últimos integrantes do time de adolescentes "Javalis Selvagens" e seu treinador foram retirados da caverna na terça-feira (11), depois de um resgate que rendeu aplausos na Itália, na França, na Espanha, na Inglaterra e no Brasil, entre outros países.

O meio-campista francês Paul Pogba chamou os garotos de "os heróis do dia" e dedicou a eles a vitória de 1 a 0 de sua seleção sobre a Bélgica que classificou a França para sua primeira final de Copa do Mundo em 12 anos. "Muito bem, meninos, você são muito fortes", disse ele nas redes sociais. 

A Inglaterra está determinada a encarar os franceses e enfrentará a Croácia na outra semifinal em Moscou nesta quarta-feira (11). Dois membros de sua seleção, o defensor Kyle Walker e o goleiro Jack Butland, se ofereceram a enviar uniformes do time aos meninos tailandeses.

Walker postou na internet uma foto de um dos meninos na caverna que usava uma camisa vermelha da Inglaterra e perguntou para onde pode enviar camisas oficiais. "Uma notícia maravilhosa que todos os meninos tailandeses saíram da caverna ilesos!", disse.

O ex-atacante brasileiro Ronaldo havia estimulado os garotos a serem fortes enquanto aguardavam o resgate, como fez o zagueiro austríaco Christian Fuchs, jogador do inglês Leicester City, time de propriedade de um tailandês.

O clube italiano Roma classificou a missão bem-sucedida como "a melhor notícia do futebol neste verão" e deu pêsames à família do ex-mergulhador da Marinha tailandesa Samarn Kunan, que morreu durante o resgate na semana passada depois de levar oxigênio aos garotos, dizendo que ele foi um "verdadeiro herói".

Uma autoridade de saúde tailandesa disse nesta quarta-feira que a maioria dos meninos, cujas idades variam entre 11 e 16 anos, perdeu algum peso, mas que eles estão saudáveis e sem sinais de estresse, apesar de mais de duas semanas presos nas profundezas da caverna.

Eles estão em quarentena em um hospital, onde permanecerão por uma semana para exames â?”o que os impedirá de aceitar o convite da Fifa de assistir a final da Copa do Mundo na Rússia no domingo (15).

"Procuraremos encontrar uma nova oportunidade de convidar os meninos para um evento da Fifa para compartilhar um momento de comunhão e comemoração com eles", disse a entidade.

Quando estiverem recuperados, porém, os "Javalis Selvagens" terão a chance de sair visitarem alguns dos principais estádios do planeta.  

A fundação do Barcelona convidou o grupo para participar de um torneio internacional da academia do clube e assistir a uma partida no Camp Nou.

Os garotos e os socorristas também podem esperar uma viagem ainda nesta temporada para o Old Trafford, a casa do Manchester United. "Gostaríamos muito de receber a equipe do Futebol Clube Javalis Selvagens e suas equipes de resgate", disse o clube.

Fonte: FOLHA

comentários

Estúdio Ao Vivo