29 de junho de 2018 às 17:49

Por que cabos baratos podem causar estragos em seu celular

A próxima vez que você decidir conectar seu celular em um carregador, é melhor se perguntar: o cabo é de baixa qualidade? Não se trata de questionar a vida útil do produto, é que um carregador barato pode causar estragos irreparáveis em seu telefone.

A próxima vez que você decidir conectar seu celular em um carregador, é melhor se perguntar: o cabo é de baixa qualidade? Não se trata de questionar a vida útil do produto, é que um carregador barato pode causar estragos irreparáveis em seu telefone.

Por outro lado, a necessidade de carregar o aparelho em uma emergência é uma situação familiar para muitas pessoas: você está sem bateria e, para aumentar um pouquinho a carga e fazer uma ligação, recorre ao primeiro carregador que aparece pela frente.

Outra situação comum é o usuário comprar um carregador extra, a um preço mais barato que um original, para levá-lo ao escritório ou outros lugares.

Mas é bom ficar de olho. A BBC News reuniu alguns dos problemas que podem ocorrer com seu celular se você usar com um carregador ruim.

1 - O celular pode queimar

O cabo do celular funciona como um transformador que converte a tensão da rede elétrica normal às necessidades do dispositivo.

Isso ocorre graças a um chip, que nos iPhones se chama Tristar - ou, de forma genérica, E75 e U2. Ele regula a quantidade de energia que as placas do celular podem receber.

Como explica Jesa Jones, do blog especializado Ipad Rehab, o chip E75 faz uma varredura e garante que tudo está funcionando corretamente antes da corrente elétrica começar a passar. Se um cabo de carregador não tem esse chip, por exemplo, é bastante provável que o celular informe que o acessório não é compatível.

Então por que essa mensagem não aparece quando usamos um cabo barato?

Isso ocorre porque muitas companhias falsificam o chip E75, enganando o celular para que o dispositivo deixe passar uma corrente incorreta. Caso você conecte o carregador em uma fonte ou tomada de tensão alta, o celular pode sofrer uma sobrecarga e queimar.

2 - Cargas mais lentas

Um cabo que não regula a tensão que passará pelo circuito do celular pode tornar os períodos de carregamento bastante irregulares. Sem uma frequência constante de energia, o carregamento demorará muito mais para ser finalizado do que com um produto certificado.,

3 - Problemas de segurança

Muitas vezes, os cabos mais baratos economizam no isolamento elétrico para não subir os custos de produção.

Deixar passar centenas de volts de eletricidade sem nenhum controle adequado pode derreter o carregador e também a tomada onde ele está conectado.

Geralmente, os painéis de eletricidade das casas são desligados automaticamente quando há uma sobrecarga de energia. Por isso, não há grandes consequências, além do carregador arruinado.

Nem sempre é necessário pagar os preços impostos pelos fabricantes de celular, pois, normalmente, eles são bem altos. Mas é recomendável que você busque uma garantia que certifique que o dispositivo foi produzido para o modelo correto.

No caso do iPhone, muitos acessórios que não são fabricados pela Apple, mas feitos para produtos da empresa, como fones de ouvido e carregadores, tem um adesivo com a inscrição MFi, que significa "Made for iPhone" (feito para o iPhone).

Mas como saber se o carregador que você usa é correto? Veja aqui alguns sinais no celular para saber se o carregador que você usa é adequado, reunidos pelo especialista em tecnologia Matthew Zieminski, do site Medium:

- Não carrega;

- O ícone de bateria é acionado, mas o índice está sempre perto de zero;

- A bateria diminui rapidamente;

- O carregamento é aleatório: às vezes, o celular carrega muito rápido; em outras, demora muito;

- O celular desliga quando o ícone de bateria chega a determinada porcentagem.

Fonte: FOLHA

comentários

Estúdio Ao Vivo