16 de maio de 2018 às 18:01

Presos políticos fazem motim em Caracas

Um grupo de presos políticos venezuelanos se rebelou nesta quarta-feira (16) após um deles ter sido espancado por detentos comuns, denunciaram a oposição e familiares.

Um grupo de presos políticos venezuelanos se rebelou nesta quarta-feira (16) após um deles ter sido espancado por detentos comuns, denunciaram a oposição e familiares.

O motim ocorreu por volta do meio-dia no presídio El Helicoide, administrado pelo Sebin, o serviço de inteligência da Venezuela. 

Segundo relatos da oposição, o estudante Gregory Sanabria, preso desde 2014, foi agredido por presos comuns. Em uma foto divulgada por redes sociais, ele aparece com o rosto bastante machucado.

Em vídeo gravado por celular, o prefeito cassado de San Cristóbal, Daniel Ceballos, em tom exaltado, acusou o governo de violar os direitos humanos dos presos políticos.

“Estamos decididos a resistir de qualquer forma, incluindo com nossas vidas, para que hoje se escute e se veja o que acontece nos calabouços da ditadura”, disse Ceballos, preso desde 2014 por supostamente incentivar protestos violentos.

Em entrevista diante do presídio, Patricia Gutierréz, mulher de Ceballos e atual prefeita de San Cristóbal, acusou o Sebin de misturar presos comuns e políticos. Denunciou também falta de água e de atendimento médico.
 

Fonte: FOLHA

comentários

Estúdio Ao Vivo